12 Maneiras de viver sem gastar muito dinheiro

12 maneiras de viver sem gastar muito dinheiro. Todos nós precisamos gastar dinheiro para viver e não sermos escravos do dinheiro. Porém, é possível viver sem gastar muito dinheiro nem ser escravo do dinheiro.

12 maneiras de viver
12-maneiras-viver-sem-gastar-dinheiro

Será que dá pra viver no mundo de hoje sem gastar muito dinheiro?
Isso depende da estratégia de compras de cada um.
Esse tutorial é para você aprender a gastar dinheiro com sabedoria.

12 Maneiras de Viver sem Gastar Muito Dinheiro

Este texto na verdade deveria ser chamado “12 maneiras de viver sem destruir o mundo”.

No entanto, o que nos leva a escrevê-lo é a necessidade de se gastar dinheiro com sabedoria. Ou seja, nada de comprar o que vê e depois se atolar em dívidas que se tornam muitas vezes impagáveis.

Pensamos em dinheiro o tempo todo. Tanto em ganhar dinheiro, quanto em guardar dinheiro.

Todavia, muitas vezes, por descuido ou desespero, deixamos de fazer as duas ações. Resultado: Não ganhamos dinheiro. Não guardamos dinheiro.

Decidimos transcrever neste post do blog Dinheiro Legal a ideia do website Instituto Akatu.

Gastar dinheiro legal

Vamos, então, à lista:

1. Planejar suas compras – Antes de comprar qualquer objeto de maneira impulsiva, o ideal é se perguntar se tal objeto é necessário. Comprar porque viu alguém comprar. Descarta. Você verá que seu dinheiro permanecerá em seu poder e não no dos outros. Resultado: Riqueza.

2. Aprenda a avaliar o impacto de seu consumo – É importante levar em consideração o meio ambiente. O local em que você mora. A sociedade. Compras desnecessárias se transformam em lixo imediato. Nesse caso, coitado do meio ambiente.

3. O ideal é consumir só o necessário – Muitos produtos existem no mercado só com o objetivo de tirar dinheiro do povo. Também de enriquecer seus donos, claro. Evite-os o mais que puder. Desse modo você verá o dinheiro permanecer em seu bolso por mais tempo. Resultado: Lucro.

4. Aprenda a reutilizar produtos e embalagens – Muitos produtos que você compra pode ser utilizado com outras finalidades. Para isso, você deve aprender a utilizá-lo. Criar ou transformar objetos. Quem sabe se você não encontra aí uma nova maneira de ganhar dinheiro?

5. Separar o lixo é sempre uma boa ação – Quando você joga todos os objetos que usa no lixo, está criando maneira mais rápida de poluir o mundo. Sem falar da dificuldade que terá o povo que cata lixo no lixão. Crie o hábito de separar o lixo em Reciclável e Não Reciclável. Ainda que essa ação lhe seja difícil. Saiba que será sempre uma boa ação. Os catadores agradecem.

6. O crédito é para se usar com sabedoria – Comprar parcelado em longas parcelas porque o valor de cada parcela cabe em seu bolso. Corta essa! Usar o cartão de crédito porque só vai pagar no mês seguinte. Corta essa também. Será juro sobre juro. E juro composto. Dependendo do valor acumulado, você não conseguirá pagar nunca.

7. É importante conhecer e valorizar a responsabilidade social – Ao comprar produtos, além de nos preocuparmos com preço e qualidade, devemos nos preocupar também com as empresas que nos vendem. Se elas têm uma política de salários adequada aos seus empregados. Se valorizam seus empregados, clientes. Paga impostos. Enfim, se é uma empresa séria, confiável.

8. Mantenha distância dos produtos piratas – Produtos piratas, conforme o nome já diz, são produtos descartáveis. Fabricados sem responsabilidade de ninguém. Pois o objetivo maior é tomar dinheiro de quem se deixa enganar. De otário. Funcionam uma vez, duas, três, depois… joga-se fora.

9. Aprenda a contribuir com as empresas para melhorar seus produtos – Descarte empresas que não lhe dão atenção. Que não ouvem suas sugestões. Às vezes, uma ideia que você tenha as ajudará a aumentar o lucro e a respeitar o meio ambiente.

10. Comece a divulgar o consumo consciente – Espalhe informações. Conte aos outros o que sabe sobre consumir com sabedoria. Escreva artigos em seus blogs ou sites sobre o assunto. Faça como estamos a fazer agora aqui, no blog Dinheiro Legal, ao publicar este artigo.

11. Vamos cobrar dos políticos – Converse com pessoas de partidos políticos. Envie mensagens aos vereadores de sua cidade. Cobre-os sobre suas promessas de campanha. Entre nos sites dos órgãos públicos e veja como agem os homens que você elegeu. Mantenha-se ativo, politizado. Nada de ficar distante do mundo político como quem não tem nada com isso. Todos nós temos, sim.

12. Pense nos seus valores – Analise sempre que puder os princípios que guiam suas escolhas e seus hábitos de consumo. Verifique sua real necessidade de compras. Faça uma lista de tudo o que você quer comprar. Depois, separe dessa lista apenas os produtos que você realmente precisa comprar. Com isso você terá dinheiro em caixa e poderá usá-lo mais tarde para ganhar mais dinheiro.

Leia também Dicas para consumir sem se endividar.

 

Fonte:

O Instituto Akatu publica dicas de como viver de maneira consciente. Isto é, viver sem consumir-se de vez nem destruir o mundo em que vivemos.

Instituto Akatu

Siga o blog Ganhar Dinheiro Legal no Twitter

Curta a página de fãs do blog Ganhar Dinheiro Legal no Facebook.

Termos pesquisados em buscadores:

  • como gastar dinheiro com sabedoria (1)
  • vivendo e ainda podendo gastar um pouco de dinheiro (1)
  • viver sem precisar de comprar nada (1)

José Guimarães

Quando me perguntam: "Você acredita que é possível ganhar dinheiro na internet"? Eu respondo imediatamente "Sim", porque eu ganho. Daí eu explico em minutos que ganho dinheiro vendendo produtos na rede. Tudo o que eu preciso fazer é escrever um texto que convença a pessoa a clicar num anúncio e comprar o produto. Só isso! O dinheiro vai para minha conta online e eu o transfiro para minha conta bancária, onde o recebo dias depois. Mas não dá para alguém deixar um emprego real e se aventurar na internet. Isso serve para quem gosta de ler, escrever, "fuçar" na internet e aprender cada vez mais. Pois o trabalho é cansativo e exige muita disciplina, dedicação e persistência.

Olá! Deixe uma resposta sobre o artigo que acabou de ler! Nós a responderemos em breve.