Artigos Mensagens Opiniões e Debates Legais José Guimarães

Tudo o que é fácil já foi feito

Tudo o que é fácil já foi feito. Título do livro do Professor Marins. Essa prática pode ser aplicada em blogs ou sites, negócios online.

Tudo o que é fácil já foi feito, conforme escreve o Professor Marins e ainda usa essa frase para o título de seu livro.

Hoje eu li a frase acima em uma anotação antiga que estava sobre a mesa do computador e descobri que se trata do título do livro do Professor Marins.

Eu anotei essa frase, certamente, numa noite de domingo em que eu assistia ao programa desse professor, na Rede Vida de Televisão.

Entretanto, a frase título do livro dele nos chama atenção para aquilo que pretendemos criar.

Geralmente pensamos que um empreendimento seja difícil.

Por exemplo, criar um blog é fácil. Criar um blog grátis é mais fácil ainda. Basta entrar no Bloggler, WordPress.com ou Sapo.pt e em poucos minutos o blog já está pronto.

Mas e para escrever artigos para esse blog? É fácil? Depende do que se queira escrever.

Mas, será que alguém lerá os artigos escritos por esse autor, ainda anônimo na blogosfera? Depende de esse alguém encontrar os artigos dele.

Mecanismos de pesquisa

Os mecanismos pesquisa ou os mais populares buscadores proporcionam facilidades para as pessoas encontrarem páginas interessantes na internet.

Contudo, para que essas páginas apareçam nos principais buscadores, devem ser otimizadas de acordo com as regras fornecidas pelo Google, o principal dos mecanismos de pesquisa e quem dita regras a todos os outros buscadores.

Então, aí o autor do blog grátis recém-criado descobre que existe dificuldade. Ele escreve artigos, mas descobre que ninguém os lê.

Infelizmente, entra em sua página e confere as visitas. Nem mesmo os amigos dele leem o que ele escreve.

Conclusão:

  • Abandona o blog do jeito que está.
  • Busca dicas na internet de como otimizar seu blog.
  • Estuda regras do Google.
  • Entra de corpo e alma na blogosfera e não desiste, assim como nós fazemos aqui.
  • Desiste do blog e o apaga da internet.

Com certeza a decisão mais triste é decidir do blog e apagá-lo da internet. Pois blog custa dinheiro.

Como assim? Há pessoas que compram blogs. Por que fazem isso? Porque ganham dinheiro.

Então, voltando à frase do Professor Marins, Tudo o que é fácil já foi feito, devemos encarar o que é difícil de fazer.

Sabendo disso, é difícil escrever um texto? Que tal fazer um curso bom e barato com alguém que te ensina como escrever artigos bem legais?

O Curso Redator Profissional te ensina a escrever textos em poucos dias. Ah, mas tenho de gastar dinheiro. É claro que tem! O autor escreveu esse livro porque gastou dinheiro para escrevê-lo.

O autor do livro Escrevendo sem Enrolação promete fazer de você um redator de primeira.

Não quer estudar? Que tal comprar artigos escritos por blogueiros profissionais? Ou contratar um redator freelancer? Tudo isso é possível de ser feito.

Enfim, criar um blog é fácil. Criar um blog grátis é mais fácil ainda. Criar um blog profissional e fazer com que ele ganhe destaque na blogosfera, aumente o pagerank, apareça em buscadores é mais difícil.

Contudo, é um empreendimento digital e você deve levá-lo em frente, caso esteja decidido a fazer isso.

Considere ver agora o vídeo do Professor Marins e pesquisar outros vídeos dele, todos motivadores. Quer uma dica? Clique no nome de usuário dele, professormarins, no Youtube e assista a outros vídeos que ele publicou.

Você pode assistir ainda aos seus programas na Rede Vida de Televisão. Estude! Aprenda! Lute muito! Não desista!


Dicas Professor Marins – Tudo o que é fácil já foi feito – Youtube

Ganhar Dinheiro Legal

Receba posts do blog Ganhar Dinheiro Legal em seu e-mail.

Curta a página de fãs do blog Ganhar Dinheiro Legal no Facebook.

Siga o blog Ganhar Dinheiro Legal no Twitter.

Sobre o autor | Website

De Blogueiro a Problogger, assim me defino na Internet. Aprender a criar blogs, escrever artigos contendo dicas e tutoriais… É isso que eu faço. Ah! Ganhar dinheiro legal também.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!