noticias-empresas-criadas-golpes-internet

Noticias: Empresas Criadas para dar Golpes na Internet

Notícias sobre empresas criadas para dar golpes na internet. Notícia do Jornal Hoje, da rede Globo de Televisão, dadas pelos âncoras Sandra Anenberg e Evaristo Costa.

Assistimos ao noticiário do Jornal Hoje praticamente todos os dias. Ontem nos surpreendemos com a notícia de alguns sites criados para vender produtos e as reclamações de pessoas que compraram nesses sites e não receberam a mercadoria.

Empresas criadas para dar golpes na internet

Por mais que milhares de blogueiros escrevem em seus blogs, é incrível como aparecem pessoas que se tornam vítimas fáceis de pessoas que preparam armadilhas online para pegá-las.

Temos a clara convicção de que muitas pessoas aprenderam a ler. Porém, muitas deles detestam ler. Assim sendo, digitam no buscador a mercadoria desejada, computador, por exemplo. E clicam no primeiro link que oferece preço fantástico.

Confesso que é ruim demais sentarmos frente ao televisor para ouvir notícias desse tipo, logo após o horário do almoço, vendo a aflição de pessoas que perderam dinheiro de bobeira.

Eles estão brincando com as pessoas

“Tão de brincadeira!”, como diria Neto, comentarista esportivo da Band. Eles não estão de brincadeira, não. Mas os criadores de sites montados às pressas para tirar dinheiro deles.

Depois da denúncia, e da captura de alguns envolvidos, o que acontece? Pagam a fiança para não ficar presos. O dinheiro que ganharam dá para isso. Voltam às atividades na internet. Criam novos sites. E mais pessoas cairão nas armadilhas deles.

É um moto contínuo fantástico. Um criam armadilhas, outros caem. Às vezes, os que caem ainda convidam pessoas do seu convívio. Dizem: “Olha, tem um site vendendo computador a preço de banana. Aproveite seu bobo, porque acaba rápido!”.

noticias-empresas-criadas-golpes-internet

Por que as pessoas são enganadas e choram?

A pessoa acessa o site e efetua a compra. Nem vê se usa https na barra de endereços. Se mostra o cadeadinho dizendo que o site é de segurança. Despreza os avisos frequentes do WOT. Ignoram os antivírus do computador. Muitas vezes nem os têm instalados.

Tais pessoas se transformam em vítimas constantes dos aproveitadores da ingenuidade delas. Ingenuidade? Talvez nem tanto. Quem compraria um televisou por um terço do preço? E quem o venderia?

Entendemos que a fábrica determina o preço máximo e o mínimo de venda para cada produto, antes de sair do pátio dela. A loja o compra com interesse em uma margem de lucro. Já quem nem tem o produto e o vende de forma fraudulenta coloca um preço muito abaixo do de mercado.

Quem compra muito deve ficar esperto

Até milha filha, dia destes, ficou admiradas com as ofertas que recebi, por e-mail de uma grande loja de venda de produtos na internet. No e-mail, um produto de R$ 97,00 seria comprado por R$ 2,97. A minha filha tem só dezesseis anos e, se dependesse dela, compraria tudo.

Quem consegue acreditar nisso?

No site está escrito que tais ofertas estão dispostas porque o cliente é preferencial. Já compramos produtos nessa loja. Só que, para conseguir tais ofertas, necessário será comprar o cartão deles.

Viu? De graça nada! Você ganha um produto, muitas vezes que nem precisa dele, no momento. E ganha um cartão de crédito que cobrará anuidade logo no começo do ano que vem.

Pior ainda. Muitos cartões cobram taxas sempre que geram valores na fatura. Por exemplo, você gasta R$ 10,00 este mês. Na fatura do mês seguinte ele imprimem os valores para você pagar de R$ 10,00 + R$ 3,50 pela cobrança da fatura.

Se a pessoa gasta R$ 100,00 e na próxima fatura paga o mínimo, R$ 35,00. Deixa resíduo para o mês seguinte de R$ 65,00 (100,00 – 35,00). Mais R$ 3,50 da fatura anterior e R$ 3,50 da fatura atual.

Sem falar das taxas de juros e correção monetária. IOF, Imposto sobre Operações Financeiras, multas, caso o cartão for pago com atraso. Por aí vai.

Leia mais sobre Fazer compras na internet com segurança

Leia também a lista do Procon: 200 sites que devem ser evitados para compras na internet.

Muito obrigado por assinar o
Feed do Blog Ganhar Dinheiro Legal

José Guimarães

Quando me perguntam: "Você acredita que é possível ganhar dinheiro na internet"? Eu respondo imediatamente "Sim", porque eu ganho. Daí eu explico em minutos que ganho dinheiro vendendo produtos na rede. Tudo o que eu preciso fazer é escrever um texto que convença a pessoa a clicar num anúncio e comprar o produto. Só isso! O dinheiro vai para minha conta online e eu o transfiro para minha conta bancária, onde o recebo dias depois. Mas não dá para alguém deixar um emprego real e se aventurar na internet. Isso serve para quem gosta de ler, escrever, "fuçar" na internet e aprender cada vez mais. Pois o trabalho é cansativo e exige muita disciplina, dedicação e persistência.

Olá! Deixe uma resposta sobre o artigo que acabou de ler! Nós a responderemos em breve.