Procrastinar – Você é um Procrastinador?

Procrastinar é deixar para depois o que pode ser feito agora. Procrastinador é aquele que procrastina. Mas procrastinar também é viver.

Procrastinar é deixar para depois o que pode ser feito agora.

Procrastinar

Procrastinar procrastinador deixar para depois

O Dicionário Aurélio tem as seguintes definições para o verbo procrastinar:

1 Transferir para outro dia; adiar, delongar, demorar, espaçar, protrair.

2 Usar de delongas, de adiamentos.

Seria como dizer adiar aquilo que devemos fazer. Ou ainda deixar de fazer algo que deveríamos ter feito.

Por exemplo, eu deixei de pagar a conta de hospedagem do blog Ganhar Dinheiro Legal durante a semana e só paguei no domingo.

Em consequência disso, o blog ficou inativo durante a segunda-feira.

Ou seja, eu procrastinei o pagamento e o blog foi castigado pela empresa que o hospeda na internet.

Você é um procrastinador?

Procrastinador é aquele que está sempre a procrastinar.  Dá a entender às outras pessoas que gosta de deixar tudo para a última hora.

Vamos citar um exemplo típico de uma ação que acontece todos os anos na vida das pessoas que têm a obrigação de fazer e entregar sua declaração de Imposto de Renda.

As pessoas que têm restituição procura geralmente entregar sua declaração logo no início, de modo a receber o dinheiro no primeiro lote.

Já as pessoas que não têm restituição costumam deixar de fazer sua declaração durante o primeiro mês do período de entrega.

Entra no segundo mês e deixa que os dias passem, tranquilamente, sempre dizendo: “Hoje à noite eu vou juntar a papelada necessária e fazer minha declaração de Imposto de Renda”.

Só que “hoje à noite” geralmente tem também aquele filme que ele gostaria de assistir há muito tempo.

Então, assiste ao filme e depois se relaxa. A declaração fica procrastinada.

Procrastinar é viver

Encontrei ontem de maneira muito curiosa uma página de fã no Facebook com o título “Procrastinar é Viver”.

Então concordei com o autor dessa página em alguns aspectos. Ou em vários aspectos.

Por exemplo, quando procrastinamos a compra de um produto que tanto queremos e deixamos de comprar, descobrimos tempos depois que não precisamos realmente dele.

Então, se comprássemos tal produto, com certeza o deixaríamos em algum lugar da casa, praticamente sem utilidade. Seria como dizer que jogamos dinheiro fora. Ou gastamos dinheiro sem necessidade.

Procrastinar pode ser viver também quando devemos sair à noite para ir a um lugar nada recomendado, como um inferninho para se divertir e adiarmos essa decisão.

No dia seguinte ficamos sabendo que houve uma briga nesse lugar e algumas pessoas perderam a vida por causa dela.

Daí seria o caso de a pessoa que não foi dizer: “Puxa vida, fiquei livre dessa!”.

Dicas de aplicativos

Há aplicativos que ajudam as pessoas que costumam procrastinar suas atividades, ações, negócios ou obrigações.

Um desses aplicativos se chama 21habit e pode ser encontrado no site abaixo:

21habit

Sobre o autor | Website

Empreendedor digital, com ênfase na produção de textos para Blogs, Marketing de Internet e Ganhar Dinheiro Online.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comentários

  1. Apesar de escrever esse artigo, estou sempre procrastinando, de uma maneira ou de outra.

    A desculpa é a tal falta de tempo. Veja bem, nós sempre o temos, só que não conseguimos organizar nossas atividades, de modo que consigamos fazer tudo aquilo que determinamos, diariamente.

    Procrastinar por quê?

  2. Eu fiz alterações no site, conforme suas dicas. Elas sempre serão válidas, pois quem visita o site são nossos leitores.

    Muito obrigado por nos ajudar a crescer na internet.

  3. Andrea Prima disse:

    Aproveitando o assunto, a quem interessar, um teste para identificar seu tipo de procrastinador.

    É baseado no livro de uma psicóloga chamada Linda Sapadin (“It’s About Time!: The Six Styles of Procrastination and How to Overcome Them”, Penguin Books, 1997).

    • É sempre bom conhecer mais sobre esse assunto. Sua dica de site ficará aqui. Mais tarde eu o consultarei e aprenderei mais sobre essa arte, nem sempre aconselhável, de deixar para mais tarde, aquilo que podemos e devemos fazer agora.

  4. Olá. A procrastinação em excesso é muito prejudicial, pois limita até onde você poderia chegar se tivesse mais coragem de agir e se arriscar. Em dose moderada, pode até ser útil, como relata no seu artigo. As vezes decisões erradas podem ser evitadas quando procrastinamos. Refletimos melhor e agimos mais consciente. Creio que o meio termo é a melhor saída. Abraço

    • Com certeza!

      Você tem toda razão.

      Nem sempre procrastinar é ruim.

      No caso de se livrar de problemas, como citei, procrastinar faz bem.

      Muito obrigado por sua visita e comentário.

      Abraço a você também.